XIII Congresso Brasileiro de Neurocirurgia Pediátrica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Filum terminale lipomatoso em pacientes com anomalias anorretais: resultados do tratamento cirúrgico

Objetivo

A história natural do ancoramento medular em pacientes sem outras malformações é conhecida e envolve sintomas neurológicos progressivos. Entretanto, permanece incerto o comportamento de lesões espinhais observadas em pacientes com malformações anorretais. Síndrome de regressão caudal e síndrome de Currarino claramente refletem alterações neurológicas que podem ser antecipadas. Em contrapartida, a maioria dos pacientes com anomalias anorretais não apresentam as mesmas consequências neurológicas ou apresentam moderada displasia sacral associada. O objetivo deste estudo é avaliar a influência de anomalias espinhais , especialmente lipomas de filum terminale com cone em posição normal e cone em posição baixa, no impacto funcional e discutir quando a abordagem cirúrgica deve ser realizada.

Materiais e Métodos/Casuística

Estudo de coorte retrospectivo de 9 pacientes com anomalias anorretais apresentando filum terminale espessado ou lipomatoso e submetidos à secção de filum terminale no período de Janeiro de 2003 à Janeiro de 2019. Os dados foram coletados através de registros de prontuários provenientes do ambulatório de neurocirurgia, sendo analisadas as seguintes variáveis: demográficas (sexo, idade), clínicas pré e pós-operatórias (sintomas urológicos/exame urodinâmico, neurológicos e ortopédicos), radiológicas e cirúrgicas (informação sobre ascenção do cone medular após a secção).

Resultados

Em 4 pacientes, o cone apresentava-se normoposicionado, enquanto encontrava-se em posição baixa nos outros cinco pacientes. Dentre os 9 pacientes, 8 evoluíram com melhora clínica (urológica e motora). Dentre os pacientes com melhora urológica, nota-se a melhora expressiva da sensibilidade vesical com continência social, apesar de outros parâmetros urodinâmicos permanecerem inalterados. Apenas 1 paciente, que apresentava apenas sintomas urinários, não se beneficiou com o tratamento cirúrgico, apesar da baixa posição do cone.

Discussão e Conclusões

Anomalias da medula espinhal afetam aproximadamente 26-50% dos pacientes com anomalias anorretais, sendo geralmente encontrados entre pacientes com anomalias anorretais graves. Apesar disso, seu tratamento permanece controverso. Alguns autores defenderem o tratamento conservador, uma vez que as alterações urológicas geralmente permanecem inalteradas. Entretanto, apresentamos 8 casos com melhora clínica após a cirurgia, gerando subsídios para a indicação cirúrgica em casos selecionados.

Referências bibliográficas

Anorectal malformations and neurospinal dysraphism:
is this association a major risk for continence?
A. Di Cesare • E. Leva • F. Macchini •
L. Canazza • G. Carrabba • M. Fumagalli •
F. Mosca • M. TorricelliPediatr Surg Int (2010) 26:1077–1081
DOI 10.1007/s00383-010-2686-2

Cornips EM, Vereijken IM, Beuls EA, Weber JW, Soudant DL,van Rhijn LW, et al: Clinical characteristics and surgical outcome
in 25 cases of childhood tight filum syndrome. Eur JPaediatr Neurol 16:103–117, 2012


Childs Nerv Syst. 2007 Oct;23(10):1129-34. Epub 2007 Jun 6.
Tight filum terminale syndrome in children: analysis based on positioning of the conus and absence or presence of lumbosacral lipoma.

Palavras Chaves

lipoma, filum terminale; cone medular baixo

Área

Neurocirurgia Pediátrica

Instituições

HOSPITAL MUNICIPAL JESUS - Rio de Janeiro - Brasil, NSTITUTO FERNANDES FIGUEIRA - Rio de Janeiro - Brasil

Autores

TATIANA PROTZENKO, Antônio Bellas, Marcelo Sampaio Pousa, José Francisco Manganelli Salomão