XIII Congresso Brasileiro de Neurocirurgia Pediátrica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Hemangioblastoma de fossa posterior em criança: um caso raro

Objetivo

evidenciar uma ocorrência rara de hemangioblastoma de fossa posterior em criança

Materiais e Métodos/Casuística

foi feita a avaliação clínica do paciente, desde a triagem até a conduta final, com registro em prontuário padronizado para devido relato do caso.

Resultados

relato clínico de um paciente, sexo feminino,11 anos, branca, solteira, católica, estudante, natural e procedente de Campina Grande-PB. Nada significativo de antecedentes pessoais e familiares. Negou etilismo e tabagismo. Não faz uso de nenhum medicamento. Deu entrada no pronto-atendimento com queixa de cefaleia importante, associado à náuseas e vômitos. Queixa-se ainda de alterações visuais, compatíveis com turvação, referia ainda sonolência, além de rigidez de nuca, graduada em +/4+. Ao exame, paciente apresentava ECG= 13, sem déficits sensitivos ou motores. Exame de fundo de olho evidenciando edema de papila bilateralmente. Apresentava também rigidez de nuca +/4+. Foi realizado exame de neuroimagem. A TC de crânio evidenciou hidrocefalia importante , Processo expansivo em fossa posterior com erosão de tábua óssea e lesão algo sugestiva de astrocitoma pilocitico. A paciente foi submetida a procedimento neurocirúgico, microcirurgia, para ressecção da lesão. O procedimento foi realizado sem intercorrências. O material extirpado foi enviado para estudo histopatológico. O laudo do mesmo referiu como inconclusivo, para definir o tipo de tumor. Foi solicitado o estudo imunohistoquímica, o qual veio sugestivo de hemangioblastoma.

Discussão e Conclusões

Os tumores malignos primários do SNC são a segunda malignidade infantil mais comum, após malignidades hematológicas, e são os tumores pediátricos de órgãos sólidos mais comuns. Embora o progresso tenha sido feito no tratamento de tumores da infância, a mortalidade e a morbidade significativas ainda estão associadas a tumores cerebrais malignos. O caso relatado, corrobora com os dados da literatura vigente, para ampliar o espectro de entendimento acerca desse tema tão complexo, levando a abordagem diagnóstica e terapêutica mais precoce possível para obter-se melhores resultados.

Referências bibliográficas

1. Zec N, Cera P, Towfighi J. Extramedullary hematopoiesis in cerebellar hemangioblastoma. Neurosurgery 1991; 29:34.
2. Kühne M, Sidler D, Hofer S, et al. Challenging manifestations of malignancies. Case 1. Polycythemia and high serum erythropoietin level as a result of hemangioblastoma. J Clin Oncol 2004; 22:3639.

Palavras Chaves

Hemangioblastoma, fossa posterior, criança

Área

Neurocirurgia Pediátrica

Instituições

Hospital Dom Luiz Gonzaga Fernandes - Paraiba - Brasil

Autores

Keyvid dos Santos Pereira, Marcos Xavier de Lima Júnior, Rafaela Alves de Souto, Taianara Sampaio Reis, Tatiane Bezerra dos Santos, Vitor Camboim Nobre, Alfredo Daniel de Sousa Neto, Amauri Pereira da Silva Filho