XIII Congresso Brasileiro de Neurocirurgia Pediátrica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Tumores do sistema nervoso central que ocorrem antes de 1 ano de idade

Objetivo

Os tumores do sistema nervoso em pacientes com menos de um ano têm uma baixa incidência e seu comportamento difere em relação aos grupos etários subseqüentes. Neste contexto, o presente estudo tem como objetivo descrever uma revisão da literatura através de uma análise retrospectiva dos últimos dez anos (2008-2018) de pacientes com menos de 12 meses tratados em nossa instituição para patologia tumoral neurocirúrgica.

Materiais e Métodos/Casuística

Um estudo retrospectivo e observacional foi realizado por registro de 45 pacientes com menos de 1 ano de idade tratados cirurgicamente em nossa instituição entre 2008 e 2018.

Resultados

Foram tratados 45 pacientes pediátricos com menos de 12 meses em dez anos (2008-2018). Vinte e nove pacientes (64%) eram do sexo masculino. A idade média foi de 7,5 meses. A apresentação clínica teve uma variabilidade significativa: 62% corresponde à topografia supratentorial. O diagnóstico anatomopatológico mais freqüente foi papiloma do plexo coróide. O tratamento cirúrgico teve exérese completa em 24% e exérese parcial em 30%. Reoperações foram realizadas em 10%. Quimioterapia foi o tratamento coadjuvante em 60% dos casos e 7% receberam radioterapia. A hidrocefalia foi tratada em 40% dos pacientes com um sistema de derivação ventriculoperitoneal. O seguimento médio foi de 22,6 meses.

Discussão e Conclusões

Embora haja avanços consideráveis no diagnóstico (neuroimagem, neuropatologia), no manejo intensivo perioperatório e no tratamento adjuvante pós-cirúrgico, o prognóstico ainda é desfavorável. A apresentação clínica e o diagnóstico foram analisados para avaliar o prognóstico em relação à sobrevida e à resposta terapêutica.
A patologia tumoral do sistema nervoso em pacientes com menos de 12 meses é heterogênea e infrequente. A apresentação clínica é diversa O tratamento terapêutico é estabelecido considerando a idade de apresentação, os sinais e sintomas neurológicos e principalmente as características do tumor (topografia, volume e malignidade). A sobrevida é baixa e condicionada pelas características fisiopatológicas, morbidade e mortalidade peri operatória além das limitações na implementação da terapia adjuvante.

Referências bibliográficas

1. Jurkiewicz. E et al (2012) Congenital brain tumors in a series of 56 patients. Child Nerv Syst 28:1193-1201
2. Sakamoto. K et al (1986) Intracranial tumors in the first year of life. Child’s Nerv Syst 2:126-129
3. Jooma. R et al (1984) Intracranial tumors during the first year of life. Neurosurgery 14: (1):31-41

Palavras Chaves

Tumores do sistema nervoso central, pacientes com menos de 12 meses, tratamento cirúrgico.

Área

Neurocirurgia Pediátrica

Instituições

FLENI ( Fundación para la Lucha de las Enfermedades Neurológicas de la Infancia) - - Argentina, Hospital Británico - - Argentina, Hospital Central San Isidro- Hospital Materno Infantil - - Argentina, Hospital de Clinicas José de San Martín - - Argentina, Hospital de Pediatría SAMIC "Prof. Dr. Juan P. Garrahan - - Argentina

Autores

Joaquín Pérez Zabala, Agustín Ruiz Johnson, Sebastián Juan Maria Giovannini, Daniela Brenda Renedo, Elena Zemma, Florencia Carla Ferraro, Beatriz Mantese, Nelci Zanon Collange