XIII Congresso Brasileiro de Neurocirurgia Pediátrica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Citocinas pró e anti-inflamatórias liquóricas em tumores infra-tentoriais pediátricos

Objetivo

Análise das citocinas, TNF-alfa e IL-18BP, em dois pacientes submetidos a PVP por HIC por tumores infra-tentoriais.

Materiais e Métodos/Casuística

Foram pesquisados 3 crianças (1 criança hígida, 2 crianças com hidrocefalia por tumor), a criança hígida foi submetida a cirurgia de membros inferiores eletiva, no momento da anestesia espinhal, foram colhidos LCR e plasma. Outras 2 crianças foram pesquisadas, ambas tinham diagnóstico de hidrocefalia por tumor cerebral com indicação de instalação de DVP imediata, foram coletados plasma e LCR, e aferido coluna de LCR pela PIC. Os pacientes foram avaliados quanto a dados demográficos, escalas de Glasgow , escala (Pediatric Cerebral Performance Category - PCPC), avaliação imagens. As crianças foram reavaliada. As amostras de LCR e plasma foram acondicionados em freezer -80º C até devidas análises. Para análise das citocinas TNF-alfa e IL-18BP, foi realizado teste ELISA.

Resultados

O paciente hígido foi considerado o controle. Os níveis considerados basais de citocinas foram: no LCR, TNF-alfa: 234,46 pg/mL e IL-18BP: 3.399,96 pg/mL, e no plasma TNF-alfa: 189,06 pg/mL e IL-18BP: 1.975,90 pg/mL. O paciente de 5 anos apresentou seguintes níveis de citocinas, no LCR, TNF-alfa: 383,78 pg/mL e IL-18BP: 1.075,80 pg/mL, e no plasma TNF-alfa: 215,29 pg/mL e IL-18BP: 3.673,17 pg/mL. E o paciente de 8 anos apresentou concentrações de citocinas, no LCR, TNF-alfa: 360,57 pg/mL e IL-18BP: 944,81 pg/mL, e no plasma TNF-alfa: 251,61 pg/mL e IL-18BP: 3.530,95 pg/mL. Os valores encontrados principalmente no LCR da citocina anti-inflamatória (IL-18BP) foram reduzidas. Seria esperado aumento concomitante de citocinas pró e anti-inflamatórias nos insultos agudos, como na HIC, evitando maior dano cerebral. E quando o dano é cessado, seria esperado redução dos níveis das citocinas. Esta redução da citocina anti-inflamatória poderia ser explicada por um desequilíbrio das ação pró e anti-inflamatórias no contexto de tumores intra-cerebrais. Pacientes tiveram mau prognóstico clínico/oncológico.

Discussão e Conclusões

Nossos resultados apresentados seriam semelhantes a episódios anteriores de isquemia, trauma ou infecção, o episódio posterior agudo de insulto cerebral, teria pior prognóstico pelo acionamento anterior do sistema imune, levando a maior dano cerebral. No novo conceito da interação do sistema imune na associação tumoral, o TNF-alfa e o IL-18BP, poderiam aumentar os conhecimentos acerca do prognóstico tumoral.

Referências bibliográficas

Palavras Chaves

Citocinas, Tumor cerebral, Hipertensão intracraniana

Área

Neurocirurgia Pediátrica

Instituições

hospital infantil albert sabin - Ceara - Brasil

Autores

washington aspilicueta pinto filho, lara de Holanda Jucá Silveira, pedro de Sá Cavalcante ciarline, carlos eduardo Barros juca, Mariana lima vale, roberto cesar lima júnior